Alergia

alergia

O que é?

 

Alergia é um termo genérico e muito abrangente. Quando nossa pele entra em contato com alguma substância que tem capacidade por si só em agredir a pele isso pode ser uma alergia que chamamos de dermatite de contato por irritante primário. Existe ainda alguma substância que entramos em contato e não precisa ser o contato necessariamente com a pele. Podemos sentir um cheiro ou ingerir um alimento ou ainda algo entrar em contato com a pele e então apresentarmos sintomas na pele. Mas, observe, a diferença aqui se dá pela resposta imunológica do nosso organismo e não pela ação diretamente do produto na pele. Essa alergia pode ser dermatite de contato alérgica ou ainda entrar nos diagnósticos das urticárias.

 

Cada doença tem seu espectro e suas características e para nós, dermatologistas e alergistas, isso faz toda a diferença no diagnóstico e tratamento. Existem ainda outras formas de alergia, como a dermatite atópica, mas que devem ser avaliadas separadamente por todas suas características e não simplesmente dizer que é uma alergia.

 

Sintomas

 

Na pele, as alergias podem se apresentar de algumas formas, sendo uma forma mais aguda, ou seja, logo que surge ou no meio do caminho e ainda as apresentações da forma crônica. É imprescindível o diagnóstico correto para podermos tratar corretamente. As alergias na pele podem se apresentar com eritema, ou seja, pele vermelha, pode surgir bolhas, pode ficar grossa a pele, pode ocorrer fissuras (rachaduras), podem apresentar com coloração por aumento ou diminuição da pigmentação.

 

Existe alergia a medicamento de diversas formas, tem uma que chamamos de eritema pigmentar fixo, que toda vez que se utiliza o remédio ou medicamento que desencadeia a alergia ocorre na pele e sempre no mesmo lugar uma mancha escurecida e arroxeada.

 

Existem formas graves de alergia a remédio que necessitam internação em UTI, como a síndrome de Stevens Johnson, que pode afetar não só a pele, mas as mucosas, ou seja, boca, olhos e órgãos genitais com bolhas, descamação e inclusive com infeção secundária, enfim, um caso grave onde se perde água e sais (eletrólitos) pela pele.

 

Causas

 

As causas podem ser desde agressões diretas pelas substâncias em contato com a pele ou por agressão à distância não necessariamente pela exposição da substância a pele. A substância pode entrar em contato com a pele e não causar alergia, mas sim estimular o sistema imunológico que irá causar a lesão na pele. Por exemplo, existe de uma forma comum alergia ao esmalte e alergia a perfurantes em que a lesão ocorre ao redor dos olhos, ou seja, você passa o esmalte ou o perfume e nada acontece na pele próxima ao perfume ou esmalte, mas ao redor dos olhos a pele fica vermelha, pode arder e pode ficar com a pele grossa e descamando.

 

Como evitar

 

A melhor forma de evitar é descobrir qual o agente que causa a alergia e ficar longe dessa substância. Existe urticária ao calor, ao banho, ou seja, toda vez que toda banho a pessoa fica se coçando. Daí, nesse caso, o tratamento ser nunca mais tomar banho não é a solução, afinal entraremos em outras consequências como sujeira e infeções devido W falta de higiene, mas existe tratamento.

 

Existem testes alérgicos que conseguem indestrutível as substâncias prováveis de causarem a alergia, mas esses testes devem ser realizados com indicação precisa pois existe muito falso positivo é falso negativo nesses testes.

 

Tratamentos

 

Para saber o tratamento a primeira coisa a fazer é saber o diagnóstico. Existem diversos tratantes e dependem de cada caso mas podemos utilizar os medicamentos antialérgicos, imunoglobulina, imunomoduladores e até mesmo corticoides. O tratamento dependerá sempre do diagnóstico correto.

ENTRE EM CONTATO